10 Games mais esperados para 2011

 

clip_image001

Se 2010 foi um bom ano para os games, 2011 promete muito mais. O Move e o Kinect foram lançados, mas seu potencial deve começar a ser explorado em 2011. O ano também vai marcar o lançamento de diversas sequências, tanto de games recentes e brilhantes como o retorno de franquias antigas.

E o mercado de PC? Está declinando, mas será que se segura? E o 3DS? É tão bom quanto às pessoas dizem que é? As televisões 3D ainda são caras e exigem óculos, será que essa tecnologia pega?

Separamos os 10 games que mais queremos jogar. Aqueles obrigatórios na coleção, aqueles que fazem os jogadores correrem para os joysticks. E não foi fácil fechar em apenas 10!

clip_image002

Batman: Arkham City | Produtora: Rocksteady Studios | Lançamento: 2011 | Plataformas: PC/Xbox 360/PS3

“Batman: Arkham Asylum” é considerado um dos melhores games do morcegão, se não for o melhor. Com uma mistura interessante de jogabilidade furtiva e de ação, o game realmente coloca o jogador por trás do manto do homem morcego, com direito a batarangs e outras bugigangas do cinto de utilidades.

Para a sequência, a palavra de ordem é “maior”. Os criminosos de Arkham e da penitenciária de Blackgate foram transferidos para um quarteirão fechado de Gotham, que passou a ser chamado de Arkham City.

Dentro desta mini-cidade, os grandes figurões do crime montaram suas gangues e disputam pelo poder. Tudo sob o olhar vigilante do Dr. Hugo Strange, um psiquiatra insano, que desponta como possível vilão principal do game. Espere novos bat-equipamentos, novos golpes e novos movimentos no arsenal do homem-morcego.

clip_image003

Diablo III | Produtora: Blizzard | Lançamento: Possivelmente 2011 | Plataforma: PC

“Diablo II” ainda é um dos games mais jogados por fãs de RPG, especialmente seu componente online, mesmo depois de 10 anos de seu lançamento. Os fãs se recusam a deixar a franquia cair no esquecimento.

“Diablo III” não foi confirmado para 2011, mas é uma boa aposta, considerando que o game parece já estar bem encaminhado na Blizzard. Se seguir a tendência de “Starcraft II”, “Diablo III” vai entregar aos fãs exatamente o que eles esperaram, em uma experiência polida e tecnicamente perfeita.

A empresa já promete uma engine de física mais trabalhada e já divulgou as classes: Barbarian, Witch Doctor, Wizard, Monk e Demon Hunter. Prepare-se para renegar sua vida social perdido nos servidores da Battle.net.

clip_image004

Duke Nukem Forever | Produtora: Gearbox | Lançamento: 2011 | Plataformas: PC/PS3/Xbox 360

Muitos jogadores atuais não eram nascidos quando “Duke Nukem 3D” foi lançado, nem quando a sequência, “Duke Nukem Forever”, foi primeiramente anunciada. Desde então, uma série de atrasos, desculpas e até mesmo falências atrasaram o lançamento, que virou piada e exemplo de vaporware (produto que é apresentado, hypado, mas nunca chega às prateleiras).

Mas em 2011, o game finalmente sai. Parece vodu, magia arcana ou ressurreição, mas a Gearbox pegou o projeto dos escombros da 3D Realms e completou. Dificilmente vai sobreviver ao hype, mas é Duke, de volta! Em um mercado de FPS (First Person Shooter) cada vez mais sisudo, a volta desse anacrônico gigante machista, platinado e anabolizado pode ser um sopro de ar fresco. Saudações ao rei, baby.

clip_image005

Gears of War 3 | Produtora: Epic Games | Lançamento: 2011 | Plataforma: Xbox 360

Cliff Bleszinski é um gênio. O chefe de design da Epic Games sabe exatamente o que o jogador de Xbox 360 quer e sempre que lança um capítulo de Gears of War consegue equilibrar o que os fãs amam no game com algumas sutis, mas fundamentais, inovações. O terceiro episódio fecha a saga e promete mais ação, fuzileiros bombados e multiplayer sensacional.

O upgrade nos gráficos é notável no terceiro game da franquia, que é uma das mais vendidas no Xbox 360, cortesia da versão mais atualizada do motor gráfico Unreal 3. “Gears of War 3” também traz novos inimigos para o combate e, para agradar as jogadoras hardcore, uma fuzileira, em meio a todos os fortões transpirando testosterona.

clip_image006

Killzone 3 | Produtora: Guerilla Games | Lançamento: 2011 | Plataforma: PS3

“Killzone 2” foi um sucesso de público e crítica e é praticamente o Halo do console da Sony. O game conta a história da guerra entre os humanos e os temíveis Hellghast e, por mais que tenha começado com o pé esquerdo no PS2, acabou se recuperando.

Não há dúvidas, portanto, que “Killzone 3” vai trazer um modo campanha no mínimo competente e um multiplayer divertido. O verdadeiro mistério é: será que “Killzone 3” vai ser o “killer app” tanto do Move quanto das TVs 3D?

O game é o primeiro grande hardcore com suporte às duas tecnologias e, se ambas forem bem implementadas, pode puxar o periférico de movimentos da Sony para um lugar de destaque até mesmo nos mais sisudos dos jogadores.

clip_image007

The Legend of Zelda: Skyward Sword | Produtora: Nintendo | Lançamento: 2011 | Plataforma: Wii

O Wii testemunhou muitas franquias clássicas em 2010, como “Mario”, “Donkey Kong”, “Metroid” e “Kirby”, mas um rapaz de orelhas pontudas e túnica verde acabou ficando de fora da festa. Ele aparece em 2011, no peculiar “The Legend of Zelda: Skyward Sword”.

O game vai se concentrar muito no Wii Motion Plus, periférico que confere precisão total para o controle do console. Com isso, o combate foi revisto para levar em consideração não apenas o ritmo dos golpes, mas a angulação. O jogador também vai poder usar o WiiMote para mirar em coisas na tela. Os gráficos são uma mistura de um visual mais realista, como “Twilight Princess”, mas com um verniz bem cartunesco, nos moldes de “Wind Waker”.

clip_image008

Mass Effect 3 | Produtora: BioWare | Lançamento: 2011 | Plataformas: PC/PS3/Xbox 360

“Mass Effect 2” é um dos melhores games dessa geração, um clássico sci-fi, com personagens brilhantes, roteiro bem resolvido e jogabilidade que mistura perfeitamente ação e RPG. Mas a BioWare já adiantou que sua verdadeira obra-prima vai ser a conclusão da saga, a ser lançada no fim de 2011.

Pouco se sabe do game até agora, apenas um teaser foi lançado, mas mostra uma invasão dos Reapers à Terra e um sniper resistindo em uma torre, esperando o Comandante Shepard retornar de sua missão suicida no coração dos inimigos. Como ele vai resolver a situação, está longe de estar claro, mas espere mais decisões difíceis e uma galeria de personagens fascinante.

clip_image009

Portal 2 | Produtora: Valve | Lançamento: 2011 | Plataformas: PC/PS3/Xbox 360

“Portal”, lançado junto da mega coletânea The Orange Box, é um dos games mais criativos da Valve. Aparentemente um FPS, no game o jogador apenas precisa descobrir um jeito de ir do ponto A ao ponto B usando uma arma que gera portais. O game também se destaca pelo senso de humor e pelo vilão, a inteligência artificial maligna GlaDOS.

Na sequência, GlaDOS retorna literalmente das cinzas (havia sido incinerada no primeiro game) e Chell, a protagonista, precisa enfrentar seus testes nos laboratórios da Aperture Science, após quase 100 anos.

O game traz mais possibilidades, como sprays elásticos, que, usados em conjunção com os portais, proporcionam ainda mais possibilidades inovadoras. Em cima disso tudo, um modo multiplayer cooperativo estrelando um simpático par de robôs de teste. Mas quem jogou o primeiro jogo quer explorar, na verdade, o dilema: o bolo é mesmo uma mentira?

clip_image010

Rage | Produtora: id Software | Lançamento: 2011 | Plataforma: PC/PS3/Xbox 360

John Carmack foi um gênio precoce da indústria dos games que, após criar “Wolfenstein” e “Doom” acabou vítima de seu próprio ego no terrível Daikatana, no início da década. Meio sumido desde então, Carmack agora anuncia “Rage” e promete mudar tudo o que se entende nos FPS.

O game é um shooter pós-apocalíptico que coloca o jogador em um grande mundo aberto, habitado por pilantras e mutantes. A jogabilidade mistura tiroteios em áreas abertas, lugares confinados, corridas e combates com veículos. Mas o grande mérito de “Rage” é sua engine, que Carmack acredita que pode revolucionar o mercado, capaz de criar gráficos incríveis sem sacrificar a taxa de quadros e a estabilidade.

clip_image011

Uncharted 3: Drake's Deception | Produtora: Naughty Dog | Lançamento: 2011 | Plataforma: PS3

“Uncharted 2: Among Thieves” foi eleito o game de 2009 por diversas publicações. A terceira parte da saga do carismático arqueólogo falastrão Nathan Drake é um dos games mais aguardados do PS3.

Muito do que se sabe sobre “Uncharted 3: Drake’s Deception” está no belíssimo trailer de lançamento, que mostra Drake perdido no meio do deserto. A jogabilidade parece manter o mesmo ritmo alucinado de “Among Thieves”, mas com gráficos ainda mais bonitos, de alguma forma inexplicável. Animações fluidas completam o pacote dessa aventura com cara de cinema.

Plataformas: _Xbox 360_ | _PS3_ | _Wii_ | _DS_ | _PSP_ | _PC_

Gostou das postagens? Que tal compartilhar? Indique!
Clique acima e compartilhe por e-mail, Twitter, Facebook...