De kit a loft: renovação em 30 m²

 

Uma reforma é capaz de mudar até o status de um lar. Basta seguir boas propostas

A jovem queria sair da casa dos pais para ter o seu próprio canto. Mas a iniciativa exigiu coragem redobrada, pois, no caminho da independência, havia uma reforma. A operação levou dois meses, e teve direito a troca da tubulação e do piso da cozinha, recuperação do taco de madeira e rebaixo de gesso para esconder uma viga existente. Solucionada a infra-estrutura, pensou-se na distribuição do espaço. O armário com portas espelhadas é o principal elemento organizador da kitchenette. Gavetões e um baú acoplado à cama tipo tatame armazenam os incontáveis itens de moça, enquanto móveis espalhados aqui e ali, como cadeiras e pufes, assumem as funções de sala, nos momento em que é preciso acomodar as visitas.

clip_image001



Piso faz a diferença
Para atender à necessidade de espaço na área das refeições solicitado pela moradora, o ambiente foi levemente ampliado. Para isso, o taco de madeira foi removido em cerca de 90 cm e uma ilha de alvenaria com armários embutidos foi construída. Para a troca de piso da cozinha foram necessários 2,50 m de cerâmica branca tradicional que custou R$ 19,90 o m².

clip_image002

clip_image003

3 Gavetas e baú

Um projeto arrojado de marcenaria otimizou o espaço. O baú e as gavetas embutidos na estrutura da cama estilo tatame é do mesmo material do armário, e só aparecem quando são abertos. O móvel é um ótimo apoio para a organização.

clip_image004

Cama e TV

Além dos gavetões e do baú embutidos para guardar objetos pessoais, as bordas da cama também funcionam como assento para as pessoas que chegam ao apartamento. O nicho (de 0,90 x 0,31 x 0,18 cm) em MFD substitui o espaço de uma estante para os aparelhos eletrônicos.

clip_image005


Iluminação

R$ 540 foi o valor investido na iluminação, despesa que valeu a pena. Como o apartamento é pequeno e só tem uma janela, o recurso deixou-o mais confortável. As lâmpadas utilizadas são incandescentes, que conferem luz mais fria, em dicroicas dirigíveis. Somente a mangueira luminosa aplicada no rebaixo tem cor quente.

clip_image006

clip_image007

Ilha

Uma bancada foi levantada na área da cozinha, criando delimitação de espaços. Pranchas de vidro acopladas são usadas para refeições e ainda como mesa de trabalho, atividade favorecia com focos de lâmpadas dicroicas dirigidos. Os armários são de MDF e conta com nicho para microondas e prateleiras..

Os valores são referentes ao mês de maio do ano de 2009, quando a obra foi realizada

Gostou das postagens? Que tal compartilhar? Indique!
Clique acima e compartilhe por e-mail, Twitter, Facebook...