50 dicas para organizar sua vida financeira


Antes de tudo, defina suas metas

Não basta traçar planos se não pensamos na melhor forma de alcançá-los. Planejamento é essencial para atingir nossos objetivos, seja a compra de um apartamento, seja uma viagem mágica para o exterior. Para isto:

-         Mantenha o foco, é preciso saber selecionar suas prioridades

-         Sua meta deve ser mensurável, para você não se perder

-         Estabeleça um prazo para atingir seus objetivos

-         Ao se planejar, é preciso respeitar seu perfil. Não adianta fazer um sacrifício imenso durante vários anos e depois se arrepender de ter se privado de momentos que gostaria de ter aproveitado

Atenção ao orçamento

-         Não tem como fugir: faça uma planilha com seus gastos e rendimentos. Contabilize tudo, inclusive despesas menores como os cafezinhos. Ao longo do ano, as pequenas contas acabam pesando

-         Não se esqueça dos gastos extras. Sempre reserve dinheiro para imprevistos. Eles são a regra, não a exceção

-         Corte gastos desnecessários. Promova uma faxina em seu orçamento. É difícil encontrar alguém que não esteja gastando mais do que o preciso em algum campo de sua vida

Muito cuidado ao tomar crédito

-         Cuidado com as compras parceladas. A facilidade do pagamento no cartão pode se tornar uma grande dor de cabeça, caso você não seja organizada. De parcela em parcela, os gastos vão subindo

-         Não deixe de pagar a fatura de seu cartão de crédito. Esta é uma das formas de dívida mais caras. Em caso de necessidade, prefira recorrer a um empréstimo pessoal

Gerencie suas dívidas

-         Se você tem dívidas, o primeiro passo é assumir que você precisa mudar seu comportamento. Se está no vermelho, mude seus hábitos de consumo. Não há outra alternativas

-         Busque alternativas para aumentar sua receita

-         Quando receber dinheiro extra, use-o, sempre, em primeiro lugar, para quitar dívidas

-         Se estiver inadimplente, informe seu credor e tente negociar

Aprenda a poupar

-         Quanto mais cedo você começar a poupar, melhor

-         Economize um pouco a cada dia, sem grandes sacrifícios

-         Faça reservas para emergências

Comece a investir

-         Com seus planos traçados, o orçamento sob controle e um início de poupança, é hora de investir – pensar em maneiras de fazer seu dinheiro render

-         Pesquise muito antes de optar por uma forma de investimento. Lembre-se: quanto menos dinheiro você tiver, menor o risco que você deve correr. Se é verdade que quanto maior é o risco, maior pode ser o retorno, também é verdadeiro que maior pode ser o tombo

-         Arrisque mais quando você é novo e menos ao envelhecer

-         Não descuide da aposentadoria. Seja num plano de previdência ou em outro tipo de investimento, já comece a guardar agora para o futuro

-         Nunca se esqueça que o dinheiro é um meio e não um fim

Se você quiser ver a publicação na íntegra, basta acessar o endereço

http://www.financaspraticas.com.br/recursos6.aspx 

e fazer o download gratuito

Gostou das postagens? Que tal compartilhar? Indique!
Clique acima e compartilhe por e-mail, Twitter, Facebook...