Benefícios da Podoposturologia

 

http://www.entremulheres.com.br/thumbs.php?w=200&imagem=images/noticias/791/Solucao%20para%20posturas.jpg

Nem sempre as dores nos quadris ou nas pernas têm origem nessas partes do corpo. Às vezes, a sensação incômoda aparece por algum desequilíbrio na postura das pessoas. Então, é preciso mais que uma massagem relaxante para acabar - ou pelo menos amenizar - o problema.

Pensando nisso, especialistas desenvolveram a podoposturologia - técnica de origem francesa criada para reeducar e realinhar a estrutura do corpo. A novidade pode ajudar quem sofre com alterações posturais (principalmente a escoliose), diferença no tamanho das pernas, dores nas costas, quadril e/ou joelhos. Isso ocorre por conta de um distúrbio nos pés com alteração no tipo de pisada e consequente desequilíbrio postural.

"É recomendada também quando há dores e/ou alterações locais nos pés, como esporão de calcâneo, fasceíte plantar, joanete, calosidades, pé chato, neuroma de Morton e tendinite de calcâneo", afirma Vidigal Afonso Gasparini, fisioterapeuta responsável pela "Corpo Equilíbrio Fisioterapia", clínica localizada em São Paulo.

Outro grupo que pode se beneficiar com a podoposturologia é o dos atletas. Tudo porque, com a técnica, é possível proporcionar o equilíbrio correto entre as estruturas articulares, musculares e tendinosas, "E assim o atleta consegue suportar a sobrecarga física sem compensações que levam às lesões", declara o especialista.

O método é composto de algumas etapas, até a confecção de uma palmilha especial para corrigir a postura do paciente. A diferença desse item para as palmilhas comuns está no material. "Na composição delas, alguns elementos são fixados em contato com a planta dos pés e que fornecem informações ao sistema postural", explica o fisioterapeuta.

"Como resposta, o corpo produz um reequilíbrio, corrigindo desta forma as assimetrias posturais, nivelando a bacia e diminuindo a torção de tronco, contribuindo para a melhora da congruência das articulações e amenizando a sobrecarga na coluna vertebral, nos joelhos e nos pés", completa.

Veja, abaixo, cada etapa para corrigir a postura:

1. Anamnese: Perguntas sobre as atividades de vida diária;

2. Avaliação Postural Global;

3. Avaliação do tipo de pisada computadorizada (Baropodometria);

4. Teste de equilíbrio;

5. Teste de força muscular específica;

6. Teste de mobilidade e flexibilidade;

7. Análise de rotação;

8. Nivelamento da bacia;

9. Tensão da musculatura vertebral;

10. Confecção da palmilha;

11. Após 30 dias reavaliação.

A boa notícia é que a maioria dos pacientes com problemas posturais não precisa ficar a vida inteira usando a palmilha. "Há problemas que são solucionados entre 45 dias e seis meses, outros em um, dois ou três anos. Em apenas cerca de 30% dos casos, o uso de palmilhas é necessário de forma continuada", fala Mauro Pedroni Junior, fisioterapeuta e diretor da "FisioClínica Londrina", no Paraná.

Para garantir a melhora das condições e até da qualidade de vida dos pacientes, cada um recebe acompanhamento e orientações relativas à importância de atividades físicas - caminhada, pilates e corrida. "Se houver dores, realiza-se um trabalho de fisioterapia personalizada que inclui diversas técnicas, como reeducação postural, spiral tape e osteopatia".

 

Teste - como está a sua coluna?

As estatísticas não são muito animadoras. Dados da Organização Mundial da Saúde afirmam que 85% da população vai viver ao menos um episódio de dor nas costas ao longo da vida. Se não tratadas, essas dores podem se tornar hérnias de disco, doença que atinge cerca de 5,4 milhões de pessoas no Brasil (IBGE). Para o fisioterapeuta e fundador do Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral, Helder Montenegro, o ideal é fazer a prevenção.
“Quando não há prevenção, o risco de ter hérnia de disco aumenta bastante. Porém, com o tratamento convencional somado a exercícios físicos é possível tratar a hérnia”, afirma Helder Montenegro, do ITC Vertebral. Segundo dados recentes da Academia Americana de Cirurgiões Ortopédicos, 90% dos indivíduos portadores de hérnia de disco podem se recuperar se fizerem uso do tratamento convencional - não-cirúrgico, e se exercitarem regularmente.

Para evitar isso deve-se observar os hábitos no trabalho e em casa. Responda o teste e confira como está a a saúde da sua coluna.
1- Como você costuma dormir?
a) De bruços.
b) De barriga para cima ou de lado.
c) De barriga para cima com um travesseiro abaixo dos joelhos ou de lado com um travesseiro entre os joelhos.

2- Durante o trabalho, você:
a) Passa boa parte do seu expediente sentado ou em pé e não realiza nenhuma pausa durante o expediente e não se alonga.
b) Passa boa parte do seu expediente sentado ou em pé, mas quando sente alguma dor ou cansaço dá um descanso e realiza um alongamento, mas isso não ocorre com frequência.
c) Passa boa parte do seu expediente sentado ou em pé, mas a cada hora trabalhada tira 5 minutos para um descanso e alongamento.

3- Durante o seu final de semana, você:
a) Passa o dia deitado em frente a tevê ou sentado utilizando o computador.
b) Passa parte do dia deitado ou sentado, mas também realiza outras atividades.
c) Realiza diversas atividades, inclusive atividades físicas.

4- Em relação a exercícios físicos:
a) Você não pratica atividades físicas.
b) Você começa a praticar, mas acaba abandonando.
c) Você pratica atividades físicas regularmente.

5- Ao fazer exercícios físicos, você:
a) Não realiza nenhum exercício de alongamento antes e depois da atividade física.
b) Alonga-se somente antes do exercício ou alonga-se somente após a realização do exercício.
c) Alonga-se antes e depois da atividade física.

6- Para ler um livro você prefere:
a) Deitado de bruços.
b) Deitado na cama ou no sofá de barriga para cima.
c) Sentado com o livro apoiado sobre uma almofada sobre as pernas.

7- Ao levantar um objeto pesado do chão, você:
a) Apenas curva a sua coluna para frente e apanha o objeto sem flexionar os joelhos.
b) Agacha-se, flexionando o joelho e projetando o corpo para frente.
c) Agacha-se, flexionando os joelhos e apanha o objeto sem projetar a sua coluna para frente.

8- Ao utilizar uma mochila, você:
a) Utiliza apenas uma das alças, e não alterna entre um ombro e outro.
b) Utiliza as duas alças, mas sem ajustar as mesmas, de modo que a mochila não fica bem apoiada sobre as costas.
c) Utiliza as duas alças bem ajustadas de forma que a mochila fique bem apoiada sobre as costas.

Resultado
Mais letras A: Você não tem tido cuidado com a saúde da sua coluna. Procure mudar seus hábitos para evitar dores nas costas e o aparecimento de doenças que afetam a sua coluna.
Mais letras B: Você até tenta evitar o aparecimento de dores nas costas, mas ainda comete alguns deslizes.
Mais letras C: Parabéns! Os seus hábitos contribuem para uma boa manutenção na saúde da sua coluna

Gostou das postagens? Que tal compartilhar? Indique!
Clique acima e compartilhe por e-mail, Twitter, Facebook...