Chocolate pode ser tão saudável quanto frutas?

Esta é a notícia que os chocólatras têm esperado: o chocolate acaba de ser classificado  como um superalimento, ou seja, que fortalece o sistema imuológico de forma natural.

Pesquisas mostram que o chocolate amargo é mais rico em antioxidantes do que sucos feitos a partir de frutinhas como cerejas, amoras, açaí, framboesas e outras chamadas de “superfrutas”.  Embora o cacau seja a semente e não uma fruta, os pesquisadores dizem que não devemos parar de consumir chocolate para consumir as tais “superfrutas”. O que não se pode fazer é adicionar açúcar e leite ao chocolate amargo, pois assim os benefícios são diminuídos.
O estudo foi realizado por cientistas do Centro Hershey’s – é claro! – nos EUA. A empresa deve  ter seus motivos óbvios para realizar o estudo, entretanto a nova constatação é animadora para quem se sentia culpado por consumir chocolate.

chocolate-cacau_show_large

Contestado pelo Chemistry Central Journal, o estudo mostra que as barras pequenas de chocolate amargo se destacaram em todos os testes de flavonóides – componentes de baixo peso molecular encontrados em diversas espécies vegetais que previnem rugas e diminuem o risco de doenças cardíacas.  Entretanto o chocolate ficou em último lugar em todos os testes, provavelmente devido aos antioxidantes que foram retirados durante o processamento.

frutas

A Dra. Debra Miller, autora do estudo, disse que é preciso olhar o passado de “macro nutrientes”, como gorduras e proteínas ao avaliar o valor nutricional do chocolate. “Sementes de cacau devem ser consideradas como “super frutas”, e produtos derivados de extratos de sementes de cacau, tais como o pó de cacau natural e chocolate amargo como super alimentos”.

Outras pesquisas realizadas recentemente mostraram que apenas um pedacinho de chocolate amargo por dia pode reduzir o risco de doenças cardíacas em até um terço. Pesquisadores chegaram até mesmo ao ponto de afirmar que só o cheiro do chocolate já pode proteger contra resfriados. Será?

Enfim, como tudo na vida o consumo de chocolate ainda deve ser feito de forma moderada. Infelizmente para os amantes do chocolate, que buscam tratamentos para perda de peso, o teor de gordura de açúcar numa simples barrinha ainda é muito alto. O chocolate só é indicado em tratamentos de reeducação alimentar como parte de uma dieta equilibrada, rica em alimentos menos atraentes, como arroz integral, legumes e frutas.

Gostou das postagens? Que tal compartilhar? Indique!
Clique acima e compartilhe por e-mail, Twitter, Facebook...