Há um mês família não vê jovem que marcou encontro pela internet

Última pista é um encontro com um ex-vizinho, também desaparecido.
Mãe descobriu encontro ao vasculhar histórico de conversa na internet.

 

A polícia procura por pistas (Foto: Reprodução/RPCTV)

Taíse Rodrigues Dias, que desapareceu em 5 de janeiro

 

A estudante Taíse Rodrigues Dias, de 16 anos, está desaparecida desde o dia 5 de janeiro. A última pista deixada por ela foi um encontro marcado pela internet com um ex-vizinho, um rapaz de 23 anos, também desaparecido. O caso foi registrado em Ponta Grossa (PR). A mãe da menina, Célia Maria Rodrigues, descobriu o plano do casal ao vasculhar o histórico de mensagens da filha.

Última conversa (Foto: Reprodução/RPCTV)

Última conversa registrada no computador da jovem

Os investigadores levantam a hipótese de que o corpo de uma menina, encontrado há cerca de 20 dias, seja de Taíse. A mãe forneceu material para um exame de DNA. O Instituto de Criminalística do Paraná não divulgou a data do resultado. De acordo com o delegado responsável, Jairo Luis Duarte de Camargo, se o exame der positivo para a maternidade de Célia, o ex-vizinho será  suspeito no desaparecimento.

O ex-vizinho morava sozinho havia pouco tempo. Os pais dele, moradores de Curitiba, não souberam informar o paradeiro do filho.

Não identificado
O corpo encontrado em um matagal estava nu, enrolado em uma rede, ao lado de uma mala de viagem. A mãe da adolescente desaparecida chegou a fazer um reconhemento presencial no Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa, mas o rosto estava desfigurado. Não foi possível precisar a causa da morte, pelo grau de decomposição.

A polícia recebe informações sobre o caso pelo telefone (42) 3219-2751.

Gostou das postagens? Que tal compartilhar? Indique!
Clique acima e compartilhe por e-mail, Twitter, Facebook...