Justiça manda soltar professora condenada por abusar de aluna

A professora foi transferida para Bangu 8, no Rio de Janeiro. Foto: Jadson Marques/Futura Press

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro informou nesta segunda-feira que foi concedido habeas-corpus à professora Cristiane Teixeira Maciel Barreiras, condenada em janeiro a 12 anos de prisão por estupro de vulnerável ao manter um relacionamento com uma aluna de 13 anos. Segundo o TJ, o alvará de soltura da professora foi expedido na última sexta-feira.

Na última quinta-feira, a 6ª Câmara Criminal do TJ acolheu voto do relator, desembargador Paulo de Oliveira Baldez, e concedeu por unanimidade liberdade à Cristiane. Para os desembargadores, a prisão em flagrante foi ilegal. Segundo os autos, ela foi convidada a comparecer à delegacia após receber uma visita da aluna. Ao chegar acompanhada da menor, ela foi comunicada da prisão.

A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou nesta segunda não ter sido comunicada da decisão do TJ e que Cristiane permanece presa. Ela está em Bangu 8, zona oeste do Rio, desde outubro do ano passado.

 

Professora é condenada a 12 anos de prisão por abusar de aluna

A professora de Matemática Cristiane Teixeira Maciel Barreiras, 33 anos, foi condenada na quarta-feira a 12 anos de prisão por estupro de vulnerável pelo juiz Alberto Salomão Júnior, da 2ª Vara Criminal de Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro. A educadora é acusada de abusar de uma aluna de 13 anos. Segundo o Tribunal de Justiça, ainda cabe recurso na decisão.

Ao contrário do que solicitava a defesa da professora, pela decisão ela não poderá responder o processo em liberdade. Cristiane está presa no presídio de Bangu 8, zona oeste do Rio, desde outubro do ano passado.

Em depoimento, ela afirmou manter relações "sexuais e amorosas" com a menina e disse que chegou a pedir à mãe da menor para namorá-la. A educadora já havia sido transferida para outra instituição de ensino depois que a direção da escola recebeu denúncias do caso.

Gostou das postagens? Que tal compartilhar? Indique!
Clique acima e compartilhe por e-mail, Twitter, Facebook...