Netinho de Paula usa empresas fantasmas para justificar gastos

 

O vereador Netinho de Paula (PC do B-SP) usou notas fiscais de empresas com endereços fantasmas para justificar os gastos de seu gabinete na Câmara Municipal.

Em uma das empresas citadas em sua prestação de contas, a "Paulo Sérgio Rodrigues de Souza EPP", foi encontrada uma creche. Além dessa empresa, outras quatro listadas pelo parlamentar estão sob a mira do Ministério Público, que investiga o caso.

Um vereador paulistano pode gastar até R$ 184.725 anuais em despesas do mandato. Ele paga as contas, e é reembolsado pelo Legislativo mediante nota fiscal. No ano passado, Netinho --que tem planos de disputar a Prefeitura de São Paulo em 2012-- utilizou R$ 147.009.

Vereador Netinho de Paula durante coletiva em seu gabinete na Câmara; promotoria investiga uso de notas frias

Vereador Netinho de Paula durante coletiva em seu gabinete na Câmara; promotoria investiga uso de notas frias

OUTRO LADO

Procurado, o vereador Netinho de Paula (PC do B-SP) afirmou que "sempre atendeu às exigências da Câmara na utilização" da verba indenizatória.

"Sou, por princípio, contrário a qualquer uso indevido do dinheiro público. Acho fundamental que existam órgãos de fiscalização e investigação e defendo que todas as denúncias de mau uso de verbas públicas sejam apuradas", afirmou, em nota.

A reportagem questionou quem checava a procedência das empresas contratadas pelo vereador, mas não obteve resposta. Netinho disse, no entanto, que apoia a atuação do Ministério Público.

Gostou das postagens? Que tal compartilhar? Indique!
Clique acima e compartilhe por e-mail, Twitter, Facebook...