Remunerar a propaganda boca-a-boca pode ser uma alternativa no marketing de afiliados?

ScreenHunter_01 Feb. 25 15.18

Credibilidade é algo que realmente faz toda diferença no momento de divulgar uma marca.  E quem passa mais confiança para as pessoas do que seus próprios amigos?

Os chamados formadores de opinião estão presentes em diversos lugares e se apresentam de várias formas. Pode ser um blogueiro que influencia pessoas com os mesmos conceitos e referências que ele, um perfil no Twitter ou Facebook que trata de assuntos atuais ou engraçados e conquista seguidores e fãs, e pode ser você mesmo!

Quem nunca divulgou no status do Facebook, por exemplo, um produto ou serviço que gostou e depois viu vários de seus amigos “curtirem” a publicação? No exemplo abaixo é possível entender como e porque esse tipo de compartilhamento de informação pode trazer resultados rápidos e positivos.

Uma vez que 530 pessoas vão ler a divulgação, que fala sobre um filme e inclui um link que direciona para o DVD, a probabilidade dos amigos dessa pessoa clicarem no link é muito grande, afinal, eles conhecem suas preferências e podem gostar do que foi compartilhado.

Cada amigo que “curtir” ou “comentar” a publicação feita acima potencializa, e muito, essa informação. Pois se essa pessoa possui em sua rede 100 amigos, por exemplo, esse link será exposto para mais 100 perfis. Assim, a exibição dessa publicação será multiplicada muito mais vezes e o resultado será ainda maior.

Então, porque não aproveitar a influência que as pessoas exercem sobre seus amigos? Remunerar quem tem o poder de ser ouvido por outras pessoas é uma boa maneira de aumentar a monetização de seu site ou blog. Quanto mais pessoas participarem da divulgação, mais chances você terá de obter um bom resultado com links.

Conforme aponta uma pesquisa realizada pela empresa internacional TNS, quando se trata de quantidade de amigos virtuais os brasileiros estão em 2º lugar no ranking mundial, com média de 231 contatos nas redes. Essa pesquisa, que abrange 90% da população ligada à internet, também verificou que a maioria dos internautas passa mais tempo nas redes sociais do que lendo e escrevendo e-mails.

O crescimento das amizades on-line pode e deve ser aproveitado para que a propaganda boca-a-boca seja feita cada vez mais e com qualidade.”

No Brasil, diferente de outros países, as pessoas costumam fazer “amigos” em diferentes ambientes: redes sociais, trabalho, durante viagens, colégio ou universidade.

A remuneração por esse trabalho, quando bem feita, pode trazer bons frutos para uma marca. Para quem monetiza seu site ou blog este modelo de propaganda gera boa monetização. Vale a pena investir no “velho” conhecido boca-a- boca.

Clique e conheça a Rede de Afiliados:

http://br.lomadee.com/home.html

Gostou das postagens? Que tal compartilhar? Indique!
Clique acima e compartilhe por e-mail, Twitter, Facebook...