Aprenda a fazer uma horta orgânica em vaso

ScreenHunter_01 Feb. 16 19.47

Não é preciso um grande quintal para começar uma horta orgânica em casa. Um pequeno vaso já é o suficiente para dar início ao processo. Veja a seguir no passo a passo como criar a sua horta em vasos

ScreenHunter_02 Feb. 16 19.48

Materiais:
- vaso cerâmico (altura de 30 cm para plantas que precisam de maior profundidade como capim cidreira, manjericão, alecrim, sálvia, pimenta)
- mudas orgânicas
- jardineira plástica (altura de 15 cm para plantas rasteiras como salsinha, coentro, cebolinha, orégano)
- pá
- manta bidim
- terra orgânica
- argila expandida
- pedra

ScreenHunter_03 Feb. 16 19.49

A floreira deve ter vários furos para promover o escoamento da água. Por ter pouca profundidade, é ideal para a plantação de plantas rasteiras

ScreenHunter_04 Feb. 16 19.50

O plantio é simples e pode ser realizado em qualquer local do apartamento. "Para começar, jogue uma camada fina de argila expandida dentro da jardineira, que ajuda a deixar a horta com a umidade na dose certa, evitando que a terra se encharque e prejudique o sucesso da sua empreitada", diz o Marcelo Noronha, engenheiro agrônomo da Minha Horta, empresa especializada em projetos e execução de hortas orgânicas

ScreenHunter_05 Feb. 16 19.52

A segunda camada é a manta de bidim. Sua função é filtrar a água, preservando os nutrientes que irão alimentar as plantas

ScreenHunter_06 Feb. 16 19.54

Faça uma camada de terra orgânica nos 2/3 restantes do vaso

ScreenHunter_07 Feb. 16 19.55

A primeira camada de terra ocupa 2/3 do vaso

ScreenHunter_08 Feb. 16 19.59

Regularize a superfície, sem compactá-la demais, de forma a permitir que a água escoe facilmente

ScreenHunter_09 Feb. 16 20.00

Tire o torrão do plástico

ScreenHunter_10 Feb. 16 20.01

Enterre os torrões na terra

ScreenHunter_11 Feb. 16 20.01

"Cuidado na hora de enterrar o torrão para não compactar demais a terra", diz o engenheiro agrônomo Marcelo Noronha. Segundo ele, o procedimento evita o encharcamento da terra, que pode resultar na perda da horta

ScreenHunter_12 Feb. 16 20.02

No caso da cebolinha, você pode fazer duas fileiras

ScreenHunter_13 Feb. 16 20.03

Conforme você for enterrando os torrões complete a jardineira com mais terra

ScreenHunter_14 Feb. 16 20.04

Deixe um espaço entre as duas fileiras da horta de cebolinhas

ScreenHunter_15 Feb. 16 20.09

É possível cultivar uma horta mista com as plantas rasteiras. Na outra metade da jardineira você pode colocar uma espécie como o coentro

ScreenHunter_16 Feb. 16 20.10

Para plantação do coentro, repita o mesmo procedimento da cebolinha. Conforme for enterrando o torrão, complete com terra

ScreenHunter_17 Feb. 16 20.11         

"Lembre-se sempre de não compactar demais a terra", diz Marcelo Noronha, engenheiro agrônomo da Minha Horta. Assim, você consegue umidade na medida certa

ScreenHunter_18 Feb. 16 20.12

A plantação do coentro também pode ser feita em duas fileiras

ScreenHunter_19 Feb. 16 20.13

Ao plantar a muda, complete com mais terra

ScreenHunter_20 Feb. 16 20.13

Depois da horta pronta, o vaso deve ficar em local que receba luz e ser regado diariamente. Essas plantas não gostam de muita água, por isso, coloque o dedo para verificar o quanto a terra está úmida

ScreenHunter_21 Feb. 16 20.14

Para preservar a horta, a cada três meses, realize uma manutenção e faça o controle de doenças e pragas. "Espécies como a salsinha requerem a troca de muda, a cada três florações", afirma o engenheiro agrônomo Marcelo Noronha. Nessa época, faça a adubação de cobertura superficial, espalhando sobre a terra uma mão de húmus de minhoca ou esterco de vaca  

ScreenHunter_22 Feb. 16 20.15

No caso do vaso cerâmico, para evitar que o seu furo entupa e a terra fique encharcada, coloque uma pedra sobre ele. A irregularidade da pedra deixará espaço para que a água escoe. Vasos mais profundos são usados para plantas que têm raízes maiores

ScreenHunter_23 Feb. 16 20.16

Depois, espalhe uma camada fina de argila expandida, para garantir a drenagem da água

ScreenHunter_24 Feb. 16 20.16

Cubra a argila expandida com a manta de bidim, assegurando que a água escoe e os nutrientes fiquem armazenados na terra

ScreenHunter_25 Feb. 16 20.17

Comece então a incluir a terra orgânica no vaso

ScreenHunter_26 Feb. 16 20.18

"Complete o vaso com 2/3 terra orgânica, lembrando de não compactar demais", diz Marcelo Noronha, engenheiro agrônomo da Minha Horta

ScreenHunter_27 Feb. 16 20.19

Enterre o torrão. Neste caso deve ser de apenas uma espécie. Aqui foi usado o manjericão

ScreenHunter_28 Feb. 16 20.20

Enterre o torrão. Neste caso deve ser de apenas uma espécie. Aqui foi usado o manjericão

ScreenHunter_29 Feb. 16 20.20

Depois de enterrar os torrões complete com a terra

ScreenHunter_30 Feb. 16 20.21

Outra opção mais prática é o Bacsac, uma jardineira que não exige nem manta bidim, nem argila expandida, pois é confeccionada com duas camadas de geotêxtil, permitindo a drenagem da horta. Ela traz compartimentos separados, permitindo que você plante espécies diferentes

 ScreenHunter_31 Feb. 16 20.22

Com o Bacsac, basta você adicionar a terra

ScreenHunter_32 Feb. 16 20.23

Compacte levemente a terra para garantir o escoamento da água

ScreenHunter_33 Feb. 16 20.23

Plante o torrão da espécie desejada

ScreenHunter_34 Feb. 16 20.24

Complete com mais terra

ScreenHunter_35 Feb. 16 20.27

Enterre os outros torrões, sempre completando com terra

ScreenHunter_36 Feb. 16 20.28

No outro compartimento, repita o mesmo procedimento

ScreenHunter_38 Feb. 16 20.29

Com a horta pronta, basta regar diariamente e tirar as folhas secas e doentes. O engenheiro agrônomo Marcelo Noronha afirma que, no verão, conforme a temperatura ambiente, pode ser preciso aguar a horta duas vezes ao dia. Já no inverno, a rega ser realizada a cada dois dias. Segundo ele, os melhores horários para rega são pela manhã cedo ou no fim da tarde

ScreenHunter_39 Feb. 16 20.29

Gostou das postagens? Que tal compartilhar? Indique!
Clique acima e compartilhe por e-mail, Twitter, Facebook...